As pernas ficam inchadas na gravidez porque há aumento na quantidade de liquido e de sangue no corpo. Devido à pressão feita pelo útero nos vasos linfáticos da região pélvica. Normalmente as pernas e os pés começam a ficar mais inchados a partir do 5o mês, sendo cada vez mais frequente no final da gravidez.

O que fazer para aliviar as pernas inchadas na gravidez?

– Beber água, pois isto melhora a função renal, reduzindo assim a retenção de líquidos;
– Usar meias de descanso porque elas comprimem os vasos sanguíneos, evitando o inchaço;
– Fazer uma leve caminhada no inicio da manha ou no final da tarde, quando o sol estiver suave. Isto melhora a circulação.

Além disso, nos dias mais quentes deve-se evitar a exposição ao calor e sempre que estiver deitada, colocar as pernas em cima de uma almofada alta para facilitar o retorno de sangue para o coração.

Sucos de diversos sabores contra o inchaço das pernas na gravidez

Algumas ótimas opções de sucos contra o inchaço das pernas na gravidez são os seguintes:

– Suco de maracujá com hortelã, basta bater no liquidificador a polpa de 1 maracujá com 3 folhas de hortelã e ½ copo com água, filtra e tomar em seguida;

-Suco de abacaxi com capim limão, bater no liquidificador 3 rodelas de abacaxi com 1 folha de capim limão picada. Filtrar e tomar em seguida.

Estes sucos são muito recomendados para combater as pernas inchadas porque possuem propriedades diuréticas e podem ser tomados na gravidez porque não prejudicam o bebê e ainda provoca o bem estar.
Se além das pernas e pés inchados a grávida também sentir dores de cabeça intensa, enjoos e visão turva ou embaçada deve informar o obstetra imediatamente, porque estes sinais podem indicar pressão alta. Estes sintomas podem colocar mamãe e bebê em risco.

Outros sintomas que o médico deverá ser informado é o FAÇA:

O ideal é usar meia elástica, mas sabemos que é quase impossível no verão, porque elas são muito quentes. Então, o melhor é que a gestante reserve pelo menos 15 minutos depois do almoço e a noite para esticar e elevar as pernas. Use a meia no período da manhã; normalmente o calor é menos intenso e ajuda muito.
Mantenha suas pernas elevadas enquanto você dorme com a ajuda de uma toalha ou cobertor enrolado debaixo do colchão ao pé da cama.
Habitue sempre a sentar com as pernas retas apoiadas em um banco ou cadeira, quando for assistir à televisão ou. Outra opção é estica-las no sofá.
Use sapatos confortáveis e, se possível, use sapatos um número maior que o do tamanho normal.
Caminhe 2 a 3 vezes por semana durante as horas mais frescas do sai. Remova os anéis dos dedos caso eles pareçam estar apertados. Algumas mulheres grávidas podem ter inchaço nas mãos e ter que cortar os anéis para removê-los

NÃO FAÇA:

– Não use roupas apertadas.
– Não fique em uma mesma posição muito tempo.
– Reduza, mas não elimine o sal da dieta. O sal contém iodo, um elemento essencial para a saúde do feto.
– Não tome diurético, os diuréticos podem causar perda e eletrólitos e podem ser prejudiciais ao feto.
O inchaço (os médicos especialistas chamam de edema) é um sintoma bem normal e muito comum durante a gestação. Mas se você perceber que de repente suas mãos e o rosto também incharam de uma hora para outra, fale com seu medico imediatamente; pois estes podem ser sintomas de pré-eclâmpsia; um grave problema.
Os sintomas da pré-eclâmpsia são: Dor de cabeça persistente do lado direito (sob as costelas), visão embaçada, inchaço repentino nos pés e nas mãos e vômitos. Você deve procurar ajuda médica o mais rápido possível se tiver alguns destes sintomas. O surgimento do inchaço das mãos e dos pés é repentino.

Fonte: Redação Doutíssima